Temas - Deus e Espiritualidade


Mensagem do parente que já se foi

Atenção, abrir em uma nova janela. PDFImprimirE-mail

 

Uma amiga que reside nos EUA me enviou uma história que é muito lida nas igrejas americanas; garantem que é verídica: o médico, ao sair da sala de cirurgia, encontrou com a mãe do paciente, que lhe disse: "Como está o meu filho?" O médico, cabisbaixo, respondeu: "Fizemos tudo, mas o menino não resistiu ao câncer". Inadvertidamente, a mulher invadiu a sala de cirurgia e se agarrou ao corpo do filho de 8 anos. Ela passava os dedos pelos cabelos ruivos da criança e a enfermeira comentou: "Quer guardar um cachinho dele?" A genitora balançou a cabeça positivamente e assim a funcionária cortou um pedacinho da franja e colocou em um saquinho. A mãe revelou uma vontade do filho, caso não resistisse a operação: "Se eu partir, não vou necessitar mais do meu corpo. Talvez possa ajudar outro menino a ficar mais um dia com sua mãe". Por isso, foi autorizado transplante de seus órgãos. No dia seguinte, após o sepultamento, a genitora resolveu limpar o quarto do filho e encontrou uma carta embaixo do travesseiro, que dizia: "Sei que vai ter muitas saudades minhas; mas não penses que  vou esquecer de ti ou que vou deixar de te amar só porque não estou por perto para dizer: "Te amo mamãe". Um dia vamos estar juntos de novo. Mas até chegar esse dia, se quiseres adotar um menino para não ficar tão sozinha, por mim está bem. Ele pode ficar com meu quarto e as minhas coisas para brincar. Não fiques triste ao pensar em mim. Este lugar é mesmo fantástico! Os avós vieram me receber assim que cheguei e me mostraram tudo. Os Anjos são mesmo lindos! Adoro vê-los a voar! E sabes uma coisa? Jesus não parece nada como se vê nas fotos, embora quando o vi o tenha reconhecido logo. Pedi a Ele para te escrever esta carta, para te dizer adeus e tudo mais;  Ele abriu exceção para mim. Ordenou ao anjo Gabriel que deixasse papel e caneta em meu quarto. Deus disse para eu responder a uma das perguntas que tu Lhe fizeste quando soube de minha morte: "Aonde estava Deus quando eu mais precisava?" Jesus disse que Seu Pai estava presente quando ele foi crucificado e que Ele faz isso com todos os seus filhos, inclusive comigo. Eu senti sua presença antes de falecer. Mãe, não tenho mais câncer, minhas dores foram embora. Não suportava mais tanto sofrimento e Deus não podia me ver daquele jeito. Peço que tenha apenas saudades de mim, jamais sofrimento por minha partida. Beijos do seu filho que te amará pra sempre". Três dias após a morte de meu genitor, recebi uma mensagem dele que compartilho com o amigo leitor: "Filho, estou super bem ao lado de Deus e Jesus. Cuide de sua mãe. Diga a todos que gostam de mim que se sofrerem com minha partida, não estarão me ajudando, muito pelo contrário, ficarei triste também. Quero que todos fiquem bem, unidos, pois assim terei orgulho dos frutos que plantei".

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar